sexta-feira, janeiro 11, 2008

Recados

@Tochã -Aparentemente, uma boa ideia do Sarko:aliás preocupação que ele partilha comigo. Os nomes escolhidos são muito adequados: cada vez gosto mais da França (Apesar disto)

@cel- 13 páginas (por enquanto) de puro deleite: de king khan, dirtbombs e impala (Muito bom) já tratei eu.

@ger- 5 páginas (por enquanto) de puro deleite: dos harmonia e xhol carvan já tratei eu.

5 Bitaites:

Tóchã mandou o bitaite...

"a França é um país com uma das taxas de sindicalização mais baixas do mundo desenvolvido" in ladroes de bicicletas de fonte Alternatives Economiques.

Tinha precisamente a ideia contrária pelo burburinho que as greves francesas fazem nos noticiários. Pelos vistos apenas algumas profissões são muito sindicalizadas como por exemplo os ferroviários que quando os sindicatos decretam uma greve têm adesões próximas aos 100%.

Além disso quando fui integrado numa equipa do IGN, instituição estatal, faz parte do protocolo uma “conversa” com um sindicato mesmo não sendo eu funcionário. No primeiro dia veio ter comigo um elemento de um sindicato da função pública dar-me conta de alguns factos:

Não sendo funcionário da instituição não tinha que prestar contas ao meu “chefe” em questão de horários ou férias, tinha que ter sim consciência que estava a trabalhar principalmente para mim e manter apenas uma relação saudável com o “patronato”.

Tinha direito à cantina (2.45 euros em cantina de qualidade excelente, entradas e sobremesas ao nível de restaurante podendo eu escolher três “pratos” de cada. Já o prato principal é mais estilo cantina, mais industrial, ainda assim melhor e mais saudável (vegetais cozidos, peixes e carnes grelhadas) ao que estava habituado).

Tinha ainda direito a toda a actividade cultural da instituição (excursões, certos teatros e operas a preços mais baratos, biblioteca, e multiteca (como lhe chamam aqui) etc etc)

Esta multiteca é uma autêntica discoteca e clube de vídeo. Pode cada funcionário gratuitamente trazer durante cinco dias cinco unidades ali existentes.

Tinha direito ainda a toda a actividade desportiva. De notar que o instituto tem nas próprias instalações piscina, ginásio, squash, polidesportivo onde se fazem por exemplo torneios de futebol de salão entre departamentos e aulas de fitness e outras tretas.

Para usufruir disto tudo preciso de fazer um cartão da cultura e outro do desporto que custa cada um 30 euros ano se bem me lembro (ainda não tirei nenhum deles)

Note-se ainda que posso usufruir praticamente disto tudo por ser residente da CIUP (cite Internationale Universitaire de Paris) que também tem semelhantes condições dentro do “campus”.

Comecei a falar nos sindicatos e descambou nisto, só para relativizar a posição do nosso país, dos direitos e obrigações de um cidadão português.

É claro que tenho a sorte de estar ligado a duas grandes instituições, suponho que não seja assim em todo o lado.

Como o post do ladrão de bicicletas deixa antever o Joseph povinho é que se lixa, aqui também.

célia mandou o bitaite...

querido joão,
não sei se percebi bem o "tratei eu" mas penso que descobrirei daqui a pouco tempo...

depois de falar contigo apercebi-me que não conheço qualquer música do king khan (sozinho), que eu saiba.
tenho várias músicas de:
- the king khan & bbq show (tem aquele som 60-garage que muito me agrada);
- king khan & the shrines (não gosto tanto das músicas que ouvi mas parece que os shrines têm influências musicais do teu agrado e vários contactos interessantes na música (já agora, o bbq também, diga-se)).

aqui vai o site (que ainda não explorei devidamente mas parece-me promissor para descobertas musicais)
http://www.hazelwood.de/home.php
daqui aconselho, para já, o download da compilação de mp3 que eles oferecem
"surrealistic surfsongs from satan somehow"
(para compensar a desilusão da 50's sci-fi)

quanto a dirtbombs, nada a dizer;)

impala, não conheço (nem me lembro de ouvir falar, acho).

muitos beijitos para todos.

p.s.: resposta ao som de black lips:)

el desdichado mandou o bitaite...

"Tinha direito ainda a toda a actividade desportiva. De notar que o instituto tem nas próprias instalações piscina, ginásio, squash, polidesportivo onde se fazem por exemplo TORNEIOS DE FUTEBOL SALÃO entre departamentos e aulas de fitness e outras tretas."

UI UI os francius não sabem no que se metem, vão recordar com saudade os tempos dos motins violentos nas "bidonvilles".

el desdichado mandou o bitaite...

:) :) :)

Ger mandou o bitaite...

Um músico que tenho de explorar nos próximos tempos é Stockhausen que morreu no mês passado. Grande parte da música que emergiu na Alemanha em finais da decada 60 e inicio da decada de 70 foi baseada na influência da música electrónica dele. Desde dos Can aos Kraftwerk, dos Neu! aos Cluster, etc.
Note-se que muitos grupos tornaram-se ao longo do tempo mais "comerciais", como a o caso dos Cluster e Tangerine Dream (a música posterior tem pouco a haver com a no inicio das suas carreiras).

Aínda não confirmei, mas devido à morte recente dele é capaz haver mais discos à venda de Stockhausen do que havia antigamente, como aconteceu no caso Xenakis.