terça-feira, maio 18, 2010

Notas da semana...

Positivo

Festa de casamento do meu grande amigo Axioma. Não estive lá, mas tenho a certeza que foi bombástica. Tive a oportunidade de lhe telefonar a felicitá-lo. Apesar de estar longe, faço questão de estar presente nas festividades da EX-KU-MALHA. Renovação de votos de amizade, finais de ano a casamentos. Telefono sempre.

Jantar de Sábado. Uns camarões no forno acompanhados com uma garrafa de Moët & Chandon. Jantar a dois, com uma fêmea muito especial. O que se passou depois, fica nos arquivos.

Desportivo de Chaves. Grande segunda parte. Encostou o Porto às Boxes. Deixaram orgulhosos a nação Transmontana. Aqui em Maputo houve concentração de Flavienses para ver o jogo, cinco. Nada mau.

Viagem a Portugal, 23 de Julho. Posso levar o meu saco de Golf sem pagar excesso de peso. Fiquei a saber que sacos de golf até 15 kg não são considerados bagagem. Pela TAP. Vidago espera-me!

Negativo.

Jaime Gama. Queria 60 mil euros para uma peça de teatro Sobre a I República. A vontade do Presidente da Assembleia foi acompanhada pelos esquerdalhos do BE e do PCP. Tudo bons rapazes no que toca a gastar fundos do Estado. Apesar deste chumbo o Parlamento vai assinalar o centenário da República com uma exposição, um livro e um colóquio. Devido à crise que se instalou em Portugal vejo-me obrigado a contribuir para o centenário da República com esta pequena relíquia retirada dos arquivos. 100 anos 100 imagens. Os rapazes das Varandas voltam a atacar.

video

Convocatória da Selecção Nacional. Não percebo, mas espero estar completamente enganado e façam boa figura no mundial, apesar que com aqueles fatos de treino azuis, estilo pijama, não agoira nada de bom. Será que adoptamos a bandeira da monarquia? Ela tem sido hasteada em vários locais do país. Talvez o designer que concebeu estes fatos de treino seja um revolucionário monárquico. Também não percebo aquele cabelo do Pepe.


Grigory Perelman. Matemático russo que recusou dois prémios importantes. A medalha Fields e o dinheiro oferecido pelo Instituto Clay de Matemática, nada menos que 1 milhão de dólares. Grigory solucionou um dos sete problemas matemáticos do milénio. A conjectura de Poincaré. Actualmente desempregado, Perelman mora em São Petersburgo com a sua mãe e a sua irmã num pequeno apartamento (segundo o jornal "The Guardian", aparentemente cheio de baratas, mas raramente o utiliza). Perelman recusa-se a conversar com jornalistas. Recentemente disse para um repórter que lhe telefonou: "Você está a perturbar-me. Estou a colher cogumelos". O preço da genialidade.

4 Bitaites:

Anónimo mandou o bitaite...

Que tal uma pequena prova do crime (refiro-me ao jantar de sabado)?

parreirex mandou o bitaite...

porquê que o Grigory Perelman está no negativo da semana, velho?

Alexandre Areias mandou o bitaite...

Porque podia ter enviado o prémio para as criancinhas pobres de África!

parreirex mandou o bitaite...

oh... que querido.