quarta-feira, dezembro 06, 2006

do Futebol...

Um café grande com dois grandes televisores em paredes opostas.
O café cheio de gente. Dois grupos de costas voltadas a olhar para para duas equipas que jogavam contra outras duas equipas. Uma dessas outras duas equipas nem sequer tinha treinado para o jogo. os jogos começam. Num dos lados gritava-se. Mandava-se o árbitro à merda. Davam-se ordens aos jogadores. Fumava-se. Roiam-se as unhas. No outro lado nada parecia acontecer. Fumava-se, talves. No lado que se gritava gritou-se um grande golo. Gritou-se como só os golos se gritam. As pessoas desse lado mudaram. Mudarama os gritos, mudaram as ordens. Não mudaram o fumo e as unhas. No outro lado, nada. No lado onde se tinha gritado golo calou-se outro golo, um minuto antes de não poder acontecer. Mudam outra vez as pessoas para o registo próximo do inicial. Incentivam, criticam, desesperam. E calam outro golo. E grita-se, de novo. E ainda falta muito tempo. Acredita-se e fuma-se. E criticam-se jogadores e jogadas. cala-se outro golo. Sofre-se. Acredita-se pouco. O tempo a acabar. As pessoas conformam-se. Já não gritam. Não dão ordens. Entretando, no outro lado, nada. Nada não. O jogo acabou. A equipa que as pessoas viam empatou. e seguiu em frente. e as pessoas sairam como entraram. A equipa que se via do outro lado perdeu. e não seguiu. E as pessoas foram saindo calmamete, com duas horas de futebol e emoções em cima.
E você, de que lado gostaria de ter estado?

saudações benfiquistas, e um beijinho para as meninas.

2 Bitaites:

Anónimo mandou o bitaite...

os outros viram o jogo com.......tranquiilidade......

Falso Parreirix mandou o bitaite...

Não sabia que o canal Historia era animado o suficiente para provocar tantos gritos e "paixões". Eu sou do lado que não "grita", pois estou habituado ao quer é normal, habituado a gritar, na altura certa, por valores maiores. Provavelmente não eras nascido na fase em que o teu lado não gritava- paciencia (não vais deixar de fumar e gritar tão cedo, e acabas por sair sempre calmo e pq não contente- já foi bom)