segunda-feira, julho 18, 2011

uma deixa para o telmo vir para aqui dizer que viu concertos espectaculares nos últimos dias

toda a gente (a quem isso interessa) sabe que os arcade fire não me entusiasmam grandemente.  não os acho aborrecidos (apesar da voz chorosa do vocalista se tornar, por vezes, cansativa), não mudo de estação quando passam no rádio, gostei do concerto que vi deles... mas também não páro o zapping se por acaso eles aparecem em algum canal.


há uns tempos vi um vídeo da música my body is a cage que usa cenas do aconteceu no oeste do sergio leone.
não sei se foi o ambiente western, se a edição do vídeo que utiliza as imagens certas do filme, se o facto de eu gostar do filme e já não o ver há algum tempo ou se por tudo isso. o que interessa é que achei extraordinário - senti arrepios e até me esqueci da harmónica do morricone.

 
a densidade da música com a intensidade das cenas cria um conjunto aterrador (no bom sentido!).
depois tentei ouvir a música sem pensar no vídeo (para ver se gostava só da música) mas não consegui. não consigo dissociar as cenas do filme da música.
(ainda não revi o aconteceu no oeste depois disto mas espero conseguir ver o filme sem pensar nos arcade fire.)

quando fui procurar o vídeo anterior encontrei outro que usa a mesma música como banda sonora para o nosferatu do murnau.
 
as condições eram, em parte, semelhantes às anteriores (gosto do filme que já não vejo há algum tempo, gosto da estética do murnau) e, se por um lado, na minha mente a música tem coladas imagens do filme do sergio leone, por outro lado, o nosferatu é um clássico do terror e, por isso, um efeito mais aterrador seria espectável...
não! pelo menos a mim não causou arrepios. talvez esta edição do vídeo não esteja tão bem conseguida como a anterior.
não posso ter a certeza mas penso que se tivesse visto este vídeo antes, a música não teria ficado na minha memória...

enfim, não passei a gostar dos arcade fire - parece até que só com um estímulo visual eu lhes dou atenção - mas posso dizer que gosto  de uma das suas músicas (ainda que devidamente contextualizada).:) 
se calhar (e se ainda não o fizeram) deveriam aventurar-se nas bandas sonoras...

3 Bitaites:

parreirex mandou o bitaite...

olá.
é engraçado que quando li o post lembrei-me logo que ainda há pouco tempo tinha visto (ouvido) esta música numa situação semelhante, mas não me conseguia lembrar onde. o youtube, claro, lembrou-me: foi num dos episódios da última série do House:

http://www.youtube.com/watch?v=CrP0YznxKw8

vão ver, que é giro.

neste caso trata-se de uma versão do peter gabriel e acompanha uma (suposta) tentativa de suicídio da (na minha opinião) melhor personagem de todos os tempos de séries de televisão.

em relação ao concerto dos arcade fire, foi o que se esperava. muito bom, muita atitude da banda, muita vontade do público em ouvi-los, só podia correr bem.
são, parece-me, neste momento a maior banda do mundo. apesar de arrastarem multidões, não levam de certeza tanta gente aos concertos com os coldplay, por exemplo. mas a diferença é que os fãs dos arcade conhecem todas as músicas, e vibram com todas as músicas, o que não me parece que aconteça com as grandes bandas de estádio.

só uma nota para o concerto que antecedeu o dos arcade fire: portishead, maravilhoso (como também seria de esperar).

BUH! mandou o bitaite...

Não gosto nada...

chica de moebius mandou o bitaite...

:)