quinta-feira, março 17, 2005

Onde estás axioma?

Meu bom amigo axioma! Pergunto-me onde andas? Estás a viajar numa clave de sol por uma pauta perdida? Ou simplesmente encontras-te a roçar numa parede de betão algures nessa famosa vila de Tondela? Escrevo estas linhas porque tu és e serás o principal impulsionador desta malta arruinada deprimente que se encontra espalhada pelo mundo! Não és capaz de escrever para o blog? EnviA UM MAIL QUE EU PUBLICO! Vamos debater algum episódio do xixo terramoto! Ou melhor escreve uma peça de teatro! Só tu me comprendes! Só tu me conheces! Tu sabes quem eu sou! Hoje se estivesses aqui estarias orgulhoso de mim e das minhas façanhas! Foi uma noite louca! Miei por esses becos escuros por ti! Toquei o famoso xixi pópo! Propus fazer amor a babes gordas e com meias fuleiras porque sei que este era o teu sonho! E eu numa missão dificil, audaz tentei realiza-lo juntamente com a pêga com o kuala e o famoso e sempre querido peluchão! Declamamos poesia a brasileiras! Fiz flexões em pleno remix e miei como um gato com cio! Miaaaaaaaaaaau fufu! You liked babe? Mas faltas tu para a noite se tornar dia! Onde estás Axioma? Pergunto-me se estarás embalado nesse sono de bébé! Ou se estarás a ressonar? Talvesz estejas a viajar por mur0 cheio de musgo para fazeres o presépio! Pois é caro anarquista! tenho saudades do teu leitão cheio de mecha! Tenho saudaes de deixares o chão da casa de banho cheio de água! Tenho saudades de te ver comer os restos do tão aclamado shake? Lembras-te? Que bons velhos tempos! Espero encontrar-te de boa saúde neste blogue que te acolheu! Meu querido roçador de paredes, poeta, crítico, anarquista, pata 44 desarrumado, barbudo Axioma!
Do teu elouquente insano, xixi pópó, Velho!
Ps: Estou bêbado! Mas sabes que te amo e tenho saudades tuas! Portanto vê se escreves ou aparece!
Comendador velho!

0 Bitaites: